Arquivo de Categorias

LENDO



LENDO

Verões Felizes

A família vai sair de viagem. A mãe chega ao carro por último e conta os passageiros. “1! 2! 3! 4! 5! 6! 7 comigo!” São ela, o pai e quatro filhos. Dá seis pessoas. Ninguém no carro se manifesta em relação à conta. Quem é o 7? É um detalhe narrativo que pode passar despercebido logo nas primeiras páginas de Verões Felizes. Tanto quanto o próprio Verões Felizes pode passar despercebido por aqui. O álbum de Zidrou e Jordi Lafebre [ . . . ] LEIA MAIS

Carregando miniaturas...
Marcado como:
LENDO

Resenhas ilustres

No final de 2015, o Mauricio Meirelles falou que queria testar novos resenhistas de quadrinhos na Ilustrada. Perguntou se eu teria interesse. Eu aprendi a ler jornal com a Folha de S. Paulo. Lá pela segunda ou terceira série, meu pai escolhia textos da Folha para eu praticar leitura de algo que não fosse gibi. Acho que dos 10 aos 20 e poucos anos, eu li todas as resenhas de cinema. Ficava em êxtase quando publicavam alguma coisa sobre quadrinhos. Estudei o Manual de Redação [ . . . ] LEIA MAIS

Carregando miniaturas...
Marcado como:
LENDO

O Fabuloso Quadrinho Brasileiro de 2015 – IT LIVES

Tive comprovação fotográfica de que O Fabuloso Quadrinho Brasileiro de 2015 existe, bonito e impresso, e está a caminho do lançamento no 9o FIQ, em Belo Horizonte. Para quem não vai no FIQ, ele está em pré-venda, no site da Narval Comix, com frete grátis. E a cara dele é essa aqui: E quando você tira a sobrecapa (sim, temos sobrecapa), ele fica assim: Sim, ali no alto é o meu nome. “Editor convidado” quer dizer que um dia, no início deste ano, [ . . . ] LEIA MAIS

Carregando miniaturas...
Marcado como:
fiq
LENDO

Pessoas Que Disseram Coisas: Barry, Darrow, Kot, Gaiman, McCloud, Muñoz, Vaughan, Vivès

Tem gente que acha que quem vai escrever um conto tem que seguir estrutura de conto. É como achar que só temos dentes porque existe dentista. Lynda Barry e suas aulas de criatividade. Mas por que terminar Zero daquele jeito? A última edição foi um dos gibis mais bizarros e herméticos do mundo: tem fungo que conversa com gente, balas que saem de crânios e participação especial de William S. Burroughs. Não achei nada mais apropriado. Não quero ficar interpretando porque não existe [ . . . ] LEIA MAIS

Carregando miniaturas...
Marcado como:
LENDO

As Portas do Éden

Nunca aprendi a gostar de poesia. Tenho a impressão de que poesia é uma coisa que se aprende a ler em casa – tendo um pai que recita Drummond ou Keats de cor ou, no mínimo, uma professora que convence. Tive e tenho pais e professores ótimos, mas nenhum que tenha me empurrado nesse sentido. Ler poesia, ou a maioria das poesias que já li, me dá um certo nervosismo; é uma velocidade que eu não conheço direito. Acho, porém, que [ . . . ] LEIA MAIS

Carregando miniaturas...
Marcado como: