Arquivo de Tags

quadrinhos na cia.



Contabilidade, 2016

Sim, 2017 já mudou de estação, já mudou de trimestre, já estou atrasado na declaração do IR e ainda não fiz minha contabilidade tradutória de 2016. Mas preciso, para fins de: manter a tradição. Seguem números e alguns comentários rápidos sobre o que eu traduzi em 2016. Foram 42 projetos de tradução, 2 de revisão de tradução e mais um em que eu fui meio tradutor/meio revisor. 6,9 milhões de toques, 2 mil e poucas páginas de prosa e 5 mil e poucas páginas de HQ. De [ . . . ] LEIA MAIS


03/04/2017

Contabilidade, 2015

Meu último post tem quase quatro meses e já estamos no final de fevereiro. Alguém ainda aguenta retrospectiva 2015? Bom, isso é mais pra mim. Já virou tradição fazer minha contabilidade em público, revendo as traduções (e outros projetos) em que eu me envolvi no ano que passou. Fica de registro de uma época. Vamos lá. Me envolvi em 51 projetos de tradução em 2015. Foram 7,7 milhões de toques, 2400 páginas originais de prosa, quase 6000 originais de HQ. Mais [ . . . ] LEIA MAIS


27/02/2016

Dia do Tradutor

Já faz um tempo desde meu último update sobre traduções. E saíram HQs bem interessantes desde fevereiro. A maioria foi pela Panini/Vertigo. O primeiro volume de Coffin Hill, o segundo de iZombie, a primeira parte de Vampiro Americano – Segundo Ciclo, a conclusão de O Despertar. Planetary/Batman saiu em edição de luxo e traduzi o roteiro enxutíssimo do Warren Ellis para os extras. ZDM voltou para minhas mãos com um calhamaço de 300 páginas no volume 6. E Os Invisíveis segue em frente com o volume 5. Na [ . . . ] LEIA MAIS


30/09/2015

Seis Coisas Sobre Dois Irmãos

1. Apesar do crédito duplo na capa, Dois Irmãos é, até onde se percebe, 100% desenhada por Gabriel Bá. Obviamente não é um erro: Fábio Moon e Bá dividem roteiro, provavelmente decupagem, layouts, edição do texto original. Eles também costumam comentar que, independente de quem desenha, eles sempre vão assinar trabalhos autorais à moda siamesa. A edição não especifica quem fez o quê. Dois Irmãos, porém, tem a marca do traço de Bá. Se em algum momento o traço dele e [ . . . ] LEIA MAIS


31/03/2015

Contabilidade, 2014

Traduzi uns 8 milhões de toques em 2014. Em 2013 foi um pouco mais de 10 mi. Tive mais projetos de tradução em 2014 – foram uns 40, que é recorde – mas mais curtinhos que o do ano anterior. Em páginas, foram 2800 e poucas de prosa, 400 e poucas de livro ilustrado e mais de 4000 de HQ. Achei curioso que traduzi três biografias de englishmen: do Robert Plant (Uma Vida, de David Rees, que saiu em agosto pela LeYa), do Richard Dawkins (Fome [ . . . ] LEIA MAIS


16/02/2015