Arquivo de Tags

GRANT MORRISON



Dia do Tradutor

Já faz um tempo desde meu último update sobre traduções. E saíram HQs bem interessantes desde fevereiro. A maioria foi pela Panini/Vertigo. O primeiro volume de Coffin Hill, o segundo de iZombie, a primeira parte de Vampiro Americano – Segundo Ciclo, a conclusão de O Despertar. Planetary/Batman saiu em edição de luxo e traduzi o roteiro enxutíssimo do Warren Ellis para os extras. ZDM voltou para minhas mãos com um calhamaço de 300 páginas no volume 6. E Os Invisíveis segue em frente com o volume 5. Na [ . . . ] LEIA MAIS


30/09/2015

Contabilidade, 2014

Traduzi uns 8 milhões de toques em 2014. Em 2013 foi um pouco mais de 10 mi. Tive mais projetos de tradução em 2014 – foram uns 40, que é recorde – mas mais curtinhos que o do ano anterior. Em páginas, foram 2800 e poucas de prosa, 400 e poucas de livro ilustrado e mais de 4000 de HQ. Achei curioso que traduzi três biografias de englishmen: do Robert Plant (Uma Vida, de David Rees, que saiu em agosto pela LeYa), do Richard Dawkins (Fome [ . . . ] LEIA MAIS


16/02/2015

Pessoas que Disseram Coisas: McCloud, Vaughan, Trexler, Iñarritu, Quitely

  A grande falha que temos nesse momento na cena de quadrinhos é quando acontece de um grande quadrinista achar que não pode seguir adiante, pelo motivo que for. Se existe uma crise por aí, é essa. Mas o fato de que existe tanta HQ incrível só pode acalentar o coração. Dá para perceber que temos uma arte saudável. Pelo menos é o que me parece. Confusa e acachapante de tão imensa. Ela engloba um conjunto vertiginoso de ideais, mensagens, criatividade. E é assim que [ . . . ] LEIA MAIS


19/12/2014

A Vertigo da Marvel

Há pouco mais de vinte anos, a DC tinha um número considerável de séries que destoava do veio principal Superman-Batman-Liga da Justiça. Sandman instigava gente que não lia nenhum outro gibi, Patrulha do Destino tinha heróis transsexuais contra vilões dadaístas, Constantine já havia mostrado o dedo médio pro diabo em Hellblazer, Shade The Changing Man… bom, era Shade The Changing Man. Essas e mais umas poucas tinham em comum não levarem selo do Código de Ética e, se tinham super-heróis, eram uns super-heróis bizarrinhos. A DC resolveu [ . . . ] LEIA MAIS


05/10/2014

Onanismo Mágico Invisível

De todos os métodos à nossa disposição, o mais fácil e rápido é o de fixar a imagem do sigil na nossa mente no momento do orgasmo. Se você não for adepto do sexo tântrico, a masturbação tende a ser o jeito mais fácil para alcançar esse foco; é uma coisa privada, confiável e a maioria aqui já é especialista. Um dos meus grandes orgulhos como tradutor acaba de ser publicado: a mítica carta de 1995 em que Grant Morrison convidava os [ . . . ] LEIA MAIS

GRANT MORRISON

17/09/2014